Viação Santa Rita de Cássia - (17) 3236-5266 (17) 99661-5787

Blog

Confira nossas últimas notícias

Transporte corporativo viabiliza a locomoção unindo conforto e segurança

É cada vez mais comum que empresas de médio e grande porte precisem locomover seus colaboradores.

Muitas vezes, a necessidade de ir até outra cidade, para fazer capacitações ou participar de eventos, acaba por ficar inviável devido à falta de um veículo apropriado, para levar um número maior de colaboradores.

Outro fator que inviabiliza esse ir e vir de grupos corporativos envolve distâncias menores e periodicidade pontuais, como por exemplo, ter que deslocar a equipe de um bairro a outro, durante uma semana, devido a alguma atividade.

Transporte corporativo

Para esses casos o indicado é investir no transporte corporativo, que é capaz de levar e buscar o grupo com segurança e conforto, viabilizando a mobilidade.

Empresas que se preocupam em proporcionar que seus colaboradores participem de palestras, congressos, feiras e treinamentos diversos são aquelas que visam o crescimento e formação da sua equipe.

Segurança

Na hora de contratar uma empresa é imprescindível checar que ela esteja apta a atender todas as normas de segurança, garantindo assim o bem-estar dos passageiros.

Ela deve estar devidamente cadastrada nos órgãos que controlam a atividade de transporte de passageiros, assim fica certificado que ela está sujeita as leis e normas do segmento.

O órgão estadual Artesp – Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo – controla e autoriza as viagens dentro do Estado.

A ANTT – Agência Nacional de Transporte Terrestre – controla e autoriza as viagens dentro do território nacional.

Já o Cadastur é ligado ao Ministério do Turismo – trata-se do cadastro de todas as empresas de turismo nacional.

Sem um dos registros acima a empresa não está legalizada.

Escolha sempre uma prestadora de serviço que siga todas as exigências legais para sua segurança e dos colaboradores da sua empresa.

Lembre-se: o contratante também é responsável pelos passageiros.

Responder