Viação Santa Rita de Cássia - (17) 3236-5266 (17) 99661-5787

Blog

Confira nossas últimas notícias

De olho na segurança: avalie antes de contratar uma empresa de transporte de passageiros

Quando contratamos o serviço de uma empresa de transporte de passageiros devemos avaliar se ela tem o mesmo comprometimento e preocupação com a nossa segurança e conforto que teríamos.

Para ajudá-lo nessa análise ressaltamos alguns tópicos que devem ser levados em consideração antes de fechar negócio.

Valores de investimentos

A segurança no transporte de passageiros está diretamente ligada ao investimento em ônibus atuais e modernos com sistemas de controle computadorizados para segurança nas viagens.

Sede ou garagem própria

Sede ou garagem própria dá ao contratante a certeza de se tratar de empresa comprometida com o seu ramo de atividade. Mostra sua administração e o interesse em investir no seu negócio.

Tempo de existência da empresa

Para conseguir se manter no mercado a empresa precisa ter um conduta correta, sempre focada em melhor atender seus clientes.

Exigência de documentação para embarque

É obrigatória a apresentação do documento de identidade para o embarque, sendo que sem o mesmo o passageiro pode ser impedido de embarcar.

A determinação é uma forma de garantir para a as empresas, os demais passageiros, órgãos fiscalizadores e policia federal e estadual, um controle do trânsito de pessoas que estão em débito com a sociedade e o trafico de crianças.

E mais, para uma viagem segura e legal, a autorização de viagem pela Artesp ou ANTT é uma segurança que vai além da obrigatoriedade. Para ter a autorização de viagem a empresa deve estar cadastrada e seus ônibus aprovados pelos mesmos órgãos.

Além disso, para que a seguradora pague um eventual incidente, exige a relação de passageiros e a legalidade da empresa. Caso a empresa não solicite a relação de passageiros para a autorização de viagem, ou não faça a conferência dos passageiros na hora do embarque, mostra que ela provavelmente não está legalizada. Fique atento.

Agregados

Quem não tem a possibilidade de investir em uma empresa e arcar com os custos necessários, procura empresários para firmar parcerias e esses donos de ônibus passam a ser agregados.

O problema surge quando acontece algum evento adverso. O contratante pode ser indiciado junto com a empresa para o ressarcimento de despesas ou cobertura de seguros.

Emissão de nota fiscal

Desde 02 de outubro de 2017 as empresas de transporte de passageiros são obrigadas a emitirem nota fiscal eletrônica, para que a Secretaria da Fazenda saiba on-line dessas emissões e seus valores.

Cadastramento

Não basta estar cadastrado na Artesp, ANTT, Cadastro do Ministério do Turismo ou Prefeitura, o que realmente comprova a eficiência da empresa é a sua conduta, segurança, atendimento, respeito, confiabilidade, competência, suporte financeiro e agilidade em resolver possíveis eventos.

Manutenção dos ônibus

A manutenção de um ônibus, muito embora não seja um serviço que aparece para os contratantes, é fundamental. A empresa deve enxergar esse item essencial para garantir uma viagem tranquila e segura.

A cada viagem são pelo menos 50 itens a serem vistoriados e/ou verificados antes que o veículo seja liberado para a próxima.

Dentre os mais importantes estão: motor, suspensão, refrigeração, suspensão, freios, sistemas hidráulicos, sistema de direção, óleos lubrificantes, tração, bombas e compressores e pneus (devem ser observados com a máxima atenção, uma vez que trata-se de componente altamente importante para a segurança da viagem, tendo os mesmos que necessariamente serem novos e de primeira vida).

Registro de motoristas

O registro dos motoristas é extremamente importante e necessário. O contratante precisa ter a segurança de que o condutor do veículo possui registro e passa por exames periódicos exigidos por lei, como o toxilológico, de sangue, cardiológico e de visão e audição, assim como o registro na Artesp e ANTT, para que esteja devidamente legalizado.

Estando registrado, o motorista, automaticamente, se enquadra nas leis decorrentes da atividade, incluindo a lei do motorista, onde o tempo de direção e descanso entre jornadas necessita de comprovação.

Registro nos órgãos necessários

Contratar uma empresa que está devidamente cadastrada nos órgãos que controlam a atividade de transporte de passageiros é a certeza de que ela está sujeita as leis e normas do segmento.

O órgão estadual Artesp – Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo – controla e autoriza as viagens dentro do Estado.

A ANTT – Agência Nacional de Transporte Terrestre – controla e autoriza as viagens dentro do território nacional.

Já o Cadastur é ligado ao Ministério do Turismo – é o cadastro de todas as empresas de turismo nacional.

Sem um dos registros acima a empresa não está legalizada.

Escolha sempre uma empresa que tenha todas as exigências legais para sua segurança, da sua família e amigos, observando que diferenças sempre irão existir, porém, quando as mesmas são discrepantes, é presumível que alguma coisa não está nos padrões.

Lembre-se: o contratante também é responsável pelos passageiros.

Leave a Reply